! O Corneta | CORNETADAS DA CPTM – AGOSTO 2018

CORNETADAS DA CPTM – AGOSTO 2018

Audiência pública: segurança na CPTM

Na próxima sexta, ocorrerá uma audiência pública sobre a segurança da CPTM. Os assuntos que serão discutidos envolvem as condições precárias de trabalho já denunciadas aqui no Corneta: os desvios de função, falta de funcionários no quadro, e outras situações absurdas a que os trabalhadores da ferrovia são expostos.

O Sindicato dos Ferroviários de São Paulo está mobilizando trabalhadores, fazendo reuniões, para levar um pessoal para esta audiência. Nós também estaremos presentes, e convidamos os companheiros a comparecerem. Ouviremos o que os trabalhadores têm a dizer, e ficaremos de olho na atuação do sindicato e dos políticos envolvidos. Relataremos o que observarmos na próxima edição do jornal!
Data e hora 29 de junho, das 14h às 16h Local ALESP – Auditório Paulo Kobayashi

Sindicato da Central do Brasil: diretoria farsesca que fraudou processo eleitoral!
por A.S.T.R.I.L.H.O.

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Ferroviários da Zona da Central do Brasil não divulgou o edital das últimas eleições, impedindo uma disputa honesta. Soltou um trilhando depois de fechado o prazo para as inscrições de chapas, só para tentar enganar o Ministério Público Federal do Trabalho. Como era de se esperar, pouquíssimas pessoas votaram referendando essa farsa eleitoral e contribuindo para a perpetuação à frente do Sindicato da Central desse grupo de pelegos travestidos de dirigentes sindicais, que não passam de farsantes “combativos companheiros”.

Os poucos que votaram nos dias 04 e 05 de abril, ferroviários(as) da CBTU, Central Logística, CPTM, MRS, SuperVia, VALEC/ RFFSA e EFCJ pensam que sinalizaram para o Ministério Público do Trabalho que nós, ferroviários, estaríamos compactuando com essa farsa.

Querem apagar a denúncia nº 000099.2017.01.001/7, apresentada por um grupo de ferroviários à Procuradoria Federal do Trabalho no município de Volta Redonda – RJ, que comunica ao MPTb que ninguém tomou conhecimento da abertura de inscrições para essa eleição, o que frauda o Estatuto do Sindicato da Central do Brasil, que determina a ampla divulgação e transparência de todo o processo eleitoral. E todos vocês são testemunhas de que isso é a mais pura verdade. Só houve divulgação do processo para avisar que era chapa única.

O Ministério Público do Trabalho é o órgão, responsável pela apuração de denúncias e abertura de investigações, que podem ser transformadas em inquéritos e até mesmo responsabilização criminal de dirigentes sindicais e patrões que desrespeitem os direitos coletivos e individuais dos trabalhadores em geral. O MPTb é profundo conhecedor das maracutaias feitas por essa farsesca diretoria do sindicato da Central, inclusive investigam a venda para a MRS do direito conquistado pelos ferroviários do fim da monocondução.

Ardilosos, esses pseudossindicalistas se especializaram na arte de enganar trabalhadores, a quem fingem representar diante dos patrões. Mas a máscaras dos mesmos já não têm mais como cair. Os patrões e dirigentes das empresas sabem realmente com quem estão lidando e têm a certeza de que podem contar com eles na total desmobilização dos ferroviários, assim como, e principalmente na quebra do respeito próprio de todos vocês. Hoje os ferroviários sabem que ninguém mais os respeitam. Isso por culpa dessa direção que insiste em se perpetuar nesse podre poder.

Os caras que encabeçam essa farsesca diretoria estão no poder desde meados da década de 80 do século passado. Deveriam se envergonhar por impedir que toda a categoria possa disputar democraticamente as eleições de seu sindicato. Fora pelegos!

30.08.2018

Categorias: Cornetadas
Tags: , ,

Compartilhe