! O Corneta | Cornetadas da CPTM - junho 2018

Cornetadas da CPTM – junho 2018

Vigilantes da CPTM em regime ilegal de trabalho

A empresa Power, contratada pela CPTM para prestar serviço em plataformas, está obrigando os vigilantes a abandonar posto de trabalho.

Os empregados se deslocam por até 30 minutos de seus postos para prestar serviços no meio do mato, sem qualquer equipamento de proteção (armamento e coletes a prova de balas), onde não têm condições sanitárias ou de se alimentar de forma decente.

Os empregados têm sido vítimas de constantes assaltos e até agressões nesses locais e são proibidos pelas empresas de registrar B.O. ou acidente de trabalho! Já foram registradas denúncias no MPT, que ainda não tomou providências.

Inclusive, atualmente, os empregados vêm sendo ameaçados todos os dias por marginais que roubam sucatas de trem na região de Itaquaquecetuba. Essa situação já ocorre há alguns anos e acontece na linha 12 (Safira). Pois bem, a filosofia das empresas CPTM/ Power é a seguinte: enquanto não ocorrer nada de mais grave, não tem por que resolver, né?

Ar sujo nos vestiários

Há tempos os agentes de segurança da linha 11 reclamam do ar poluído do vestiário de Guaianazes (a estação fica abaixo do terminal de ônibus e avenida de trânsito pesado). Isso é uma questão de saúde e higiene, nossos agentes constantemente vêm trabalhar com o nariz escorrendo e problemas respiratórios. Solicito urgente intervenção da CIPA e técnicos da segurança do trabalho.

09.06.2018

Categorias: Cornetadas
Tags: , , , ,

Compartilhe