! O Corneta | Vampiros da Bardella na África?

Vampiros da Bardella na África?

A tradicional metalúrgica, após inúmeros facões e calotes em cima da peãozada, entrou com pedido de recuperação judicial. Como disseram os operários de Guarulhos, a empresa está se capitalizando às custas do sofrimento das famílias dos operários. Os demitidos seguem sem ter as verbas rescisórias pagas, e quem ainda segue na Bardella mal recebe salário. Mais de 1700 trabalhadores são credores da Bardella.

Como já comentamos em programa da Rádio Corneta, a recuperação judicial é mais uma pedalada do patrão pra cima do peão. Os patrões exploram os trabalhadores até o talo, e agora reestruturam a empresa para garantir os seus lucros.

O Corneta recebeu 3 depoimentos de operários da Bardella que comprovam essa lógica perversa. A novidade em Sorocaba é um escritório só para os engenheiros seguirem trabalhando em novos projetos, e a possível participação da Bardella na licitação de uma hidrelétrica na África. Além disso, a empresa está usando a recuperação judicial para suspender pagamentos anteriormente conquistados na justiça! Esses relatos não deixam dúvidas, a política predatória dos patrões é a mesma dos vampiros. Os capitalistas sugam o nosso sangue, e só deixam o bagaço! Daí partem pra outro canto pra seguirem com seus lucros.

A seguir, a voz do peão:

Queremos solução

“Em Sorocaba nós estamos num dilema. Não teve informativo nenhum sobre a recuperação judicial. O pessoal aqui tá perdido, a Bardella não tem o hábito de informar os funcionários. Pra uma empresa de 100 anos, infelizmente a comunicação com os funcionários é zero. O que a gente sabe é por meio de outras pessoas (…) Dia 7 de agosto a juíza aceitou, e que então eles não teriam obrigação de nos pagar nenhum centavo a mais!

Não tem UM representante da firma que chegue e explique realmente o que está acontecendo! Isso não existe! Se existe é com os diretores, acionistas e outras pessoas pra quem eles dão crédito. Aqui não dão crédito nenhum pra gente! Nós estamos simplesmente jogados aos leões. Eles deveriam ter vergonha. Estamos a deriva. Nós temos família, nós temos filhos, nós temos contas. É nosso direito, ao menos ter um salário digno. Nós queremos uma solução”.

Novos projetos?

“Companheiros, aqui em Sorocaba as coisas estão praticamente definidas. Estiveram lá na fábrica oficial de justiça, representante da receita federal e uma transportadora. Era um transporte próprio pra uma peça da Marinha que está na Bardella. Uma boa parte eles tiraram uns meses atrás. E na segunda-feira, de manhã essa transportadora esteve lá e colocou metade da peça, porque a peça é grande, né? e colocou a metade em 3 carretas. A oficial de justiça acompanhou e deixou com alguns responsáveis da marinha, não sei se é sargento ou se é capitão. A outra metade ficou lá.

Devido a essa situação, a Bardella tomou a seguinte posição. Das 37 pessoas que estão aqui, temos uns 15 ou 20 engenheiros, até mais se não me engano, eles vão ser transferidos.

A Bardella alugou um escritório perto do Campo Limpo aqui em Sorocaba. Desde segunda-feira era pra estar lá já! O responsável da Bardella comunicou o pessoal da engenharia que eles seriam transferidos pra esse local. A vida deles já está definida. Eles estão sendo colocados aí pra tocarem alguns projetos, porque a Bardella ainda tem projetos em andamento. O boato que surgiu é que a Bardella entrou no processo de licitação de uma hidrelétrica na África.

Mas o que está definido, o que está concreto, o que está já está certo é que todos os engenheiros que estavam aqui na Bardella de Sorocaba foram transferidos para esse local, que eles alugaram pra que eles continuem alguns projetos.

Então provavelmente a Bardella no futuro pensa em fazer ainda alguma coisa, ou se já não está fazendo. Pra colocar em outra fábrica, mas não aqui. Porque na recuperação judicial eles colocaram Sorocaba como fábrica inativa!

E agora levaram computador, tudo que é preciso para engenharia, e aí comentaram com os engenheiros que foram transferidos que – de agora em diante – o salário vai ser colocado em dia com eles, porque têm um dinheiro a parte pra suprir.

Já nós que ficamos por lá, 10 mais ou menos, não sabemos o que vão fazer com a gente! Eles acertaram com os engenheiros, mas sem satisfação nenhuma pro chão de fábrica. Só ficaram os lesionados, não deram satisfação e talvez não vão dar tão cedo”.

Aval pro calote

“Aqui em Guarulhos a peãozada tá sendo obrigada a gastar do próprio bolso com advogado particular. O Acordo foi aprovado na Justiça e a Bardella simplesmente não paga. O “salário família” já é pouco, e nem assim a companhia honra seus prazos. O acordo de parcelamento não está sendo cumprido, não estão pagando já há dois meses. Este pedido de Recuperação Judicial deixou tudo incerto, e simplesmente deixaram de honrar os prazos. Se bem que a Bardella nunca teve honra!”

Leia também Cornetadas – Bardella – setembro

Ouça mais na Rádio Corneta